Procura-se Chief Data Officer: as chaves para uma das profissões do futuro

Na era dos dados, uma pessoa especializada em obter o seu melhor desempenho é o que as empresas mais procuram. 27% das empresas sofreram perdas irreparáveis de dados por não possuírem estratégia e perfil especializados.


Com o avanço da digitalização, muitos especialistas chamam a nossa época de "a era dos dados" em referência à grande quantidade de dados que uma empresa lida hoje. Consequentemente, novos empregos têm surgido de acordo com as necessidades do momento, como Chief Data Officer ou CDO.


Ao digitalizar tantos processos, as empresas obtêm uma grande quantidade de informações que são muito valiosas para o desenvolvimento dos negócios, mas esses dados sem uma análise adequada ocupam apenas espaço nos servidores. Essa análise pode ser muito benéfica, pois oferece informações sobre os clientes, o correto funcionamento do negócio em tempo real e como agir em todos os momentos para ser muito mais eficiente e, portanto, mais competitivo. Na verdade, o estudo Global Data Protection da Dell revela que 27% das empresas sofreram perdas de dados irreparáveis por não terem uma estratégia e um perfil especializados.


É aqui que entra em cena a figura do Chief Data Officer, que é a pessoa responsável pela gestão dos dados de uma empresa, tanto no que diz respeito à tecnologia para os analisar, como também à segurança. Nesse sentido, a Nexllence, divisão de consultoria e soluções tecnológicas do grupo Glintt, explica os motivos pelos quais qualquer empresa deve ter esse perfil no seu quadro de funcionários:


1. Aproveite ao máximo os seus dados


Conforme mencionado acima, os dados são inúteis se apenas forem armazenados: eles precisam de ser processados, ordenados e analisados para transformá-los em ativos corporativos. Para isso, Big Data e Data Science são a melhor combinação para gerir as informações dentro de uma empresa e o CDO é o responsável por garantir que os dados são utilizados para melhorar a estratégia de negócio. Além disso, é essencial que o profissional desenvolva e aplique uma estratégia de dados específica na qual padrões, políticas e procedimentos são estabelecidos para unificar a gestão e implementá-la em toda a empresa.


2. Democratize o acesso à informação

Outra função do CDO é promover o acesso à informação para todos os colaboradores da empresa, em todos os níveis, e não apenas restringi-lo aos níveis mais técnicos. Isso irá melhorar o envolvimento de toda a equipa de trabalho e promover a transparência, o que se irá traduzir em maior produtividade e estabilidade no emprego.


3. Melhore a competitividade da empresa


Para competir nestes tempos, principalmente se a empresa não é nativa digital, é necessário um perfil como o do CDO que, junto com o gerente de TI, impulsione essa transformação e faça com que toda a empresa entenda que é uma questão de sobrevivência do negócio ou então os concorrentes vencerão a batalha contra eles. Ao mostrar que a informação é um ativo estratégico, o CDO permite à empresa obter vantagens competitivas sobre a concorrência, como conhecer melhor o comportamento dos seus clientes ou atuar perante terceiros em caso de imprevisto, desde que recebam as informações em tempo real. Tudo isso, entre outras vantagens, traduzir-se-á em aumento de receita.


4. Otimize a tomada de decisão


Fazendo uma boa análise dos dados, a tomada de decisão pode ser melhorada e mais ágil. Por sua vez, o Chief Data Officer, graças à otimização que faz do uso dos dados, pode ajudar na tomada de decisão. Esta função reveste-se de grande importância sobretudo na implementação do plano de digitalização na organização, pois o controlo dos dados facilita o estabelecimento de uma transformação digital transversal.
''O Chief Data Officer tornou-se uma posição essencial se quisermos que a nossa empresa seja competitiva no ambiente digital em que vivemos. As empresas não podem continuar a ignorar o potencial dos dados, porque se os gerirmos de forma eficaz, eles dão-nos a capacidade de antecipar as adversidades que podem surgir'', diz David Faustino, Managing Director da Nexllence.

Fonte: Computing

SABER MAIS SOBRE A NEXLLENCE

2021-10-07