Aumentar o talento em programação também depende das empresas

Os últimos dados do Inquérito às Forças de Trabalho revelam que o emprego no setor das TIC cresceu em cerca de 18,3% em 2020, gerando uma taxa total de 73,91%. No entanto, é surpreendente ver que alguns dos perfis mais especializados, como os ligados à programação, são ainda os mais difíceis de encontrar. Isto deve-se em muitos casos, à falta de formação neste campo.

Infelizmente, durante estes anos nem todos os sistemas educativos foram capazes ou souberam incorporar a programação nos seus currículos e dar-lhe a importância que merece devido à sua crescente popularidade no mercado de trabalho. Felizmente, as entidades que já eram especializadas em programação conceberam dinâmicas como os bootcamps, uma formação prática que inclui desafios e diferentes testes e que é essencial para impulsionar a profissão de programador.

Uma profissão onde, segundo Barcelona Digital Talent, a percentagem de indivíduos que encontram trabalho se situa entre os 70% e 95%. Assim, não é surpreendente que muitas instituições desenvolvam ações de apoio, tais como a Câmara Municipal de Barcelona, que irá investir 5,3 milhões de euros nos próximos cinco anos para formar 3.000 programadores.

Face a esta realidade, as empresas não podem ficar paradas e esperar que o mercado de trabalho mude da noite para o dia. Portanto, tanto as empresas especializadas em tecnologia, como as que cada vez mais a incorporam nos seus processos, devem fazer esforços a todos os níveis, incluindo o investimento, para contribuir para uma profissionalização cada vez maior da programação. Neste ponto, é importante ter em conta a diversidade profissional do mundo tecnológico e, especificamente, a dos programadores. Por conseguinte, é essencial estar atualizado com as técnicas mais recentes, a fim de promover, de liderar e de defender esta profissão. É o caso da especialização em back-end e front-end code que, segundo o Recruit, irá aumentar 30% durante 2021, ou Low Code, uma tecnologia ágil cujo mercado deverá crescer 23% este ano, de acordo com a Gartner.


Fonte: El Economista

SABER MAIS SOBRE A NEXLLENCE

2021-05-27